Rg9.org - A casa do representante comercial.






Mensagem subliminar:

subliminar

A mensagem subliminar pode ser definida como: “Uma mensagem que não pode ser percebida diretamente pelos sentidos, mas que mesmo assim é absorvida pelo cérebro”. O grau de absorção e influência dos subliminares normalmente não pode ser medido. Existe muito alarde em torno do assunto e poucas provas quanto a real influência de uma exposição subliminar. Este tipo de estímulo é recebido, mas não reportado. Isso significa que são capazes de provocar alguma resposta, mesmo não sendo percebidos diretamente pelo receptor.

O termo “mensagem subliminar” foi criado por “James Vicary” em 1957. James Vicary, iniciou uma série de experimentos sobre o assunto, como por exemplo: Realizar uma exibição de imagens entre quadros de um filme durante uma fração de segundo. As imagens são apresentadas em uma velocidade maior do que a capacidade humana em acompanhar, mas mesmo assim podem ser absorvidas pelo cerebro.

A inserção subliminar pode atuar nos cinco órgãos dos sentidos, logo elas podem ser visuais, auditivas, olfativas, gustativas e táteis. Apesar das mais conhecidas e utilizadas serem as visuais e auditivas. Atualmente o marketing olfativo, estuda os estímulos diretos causados pela exposição a fragrâncias em lojas e outros ambientes de marketing, estes remetem subliminarmente a sensações e lembranças, despertando vontades e sentidos, uma vez que fazem o estimulo cerebral direto, via olfato e muitas vezes não são percebidos de maneira clara.

 

 

A lei e a ética.

Apesar de não existir lei que proíba diretamente a propaganda subliminar, o Código de Defesa do Consumidor proíbe anúncios disfarçados e dissimulados. Veja o artigo 36 do CDC: "A publicidade deve ser veiculada de tal forma que o consumidor, fácil e imediatamente, a identifique como tal".

A propaganda subliminar pode ser entendida como antiética, uma vez que sua mensagem está oculta. Apresentando um conteúdo que não pode ser visto ou percebido de forma consciente e clara, o espectador não pode desfrutar plenamente de seu direito de escolha, uma vez que não esta consciente da existência da mensagem.

 

 

Alguns casos recentes, polêmica e muito falatório sobre o assunto:



No famoso caso do comercial da MTV, imagens de sadomasoquismo que eram imperceptíveis com o filme em velocidade normal. A MTV Brasil declarou que a inserção foi fruto do trabalho de um estagiário, já demitido. A emissora teve que pagar sete milhões e meio de reais de multa, um real por cada telespectador que assistiu à vinheta.

 

 

Em um caso recente, o Partido Democrata dos Estados Unidos acusou a equipe de marketing do então candidato à presidência George W. Bush de utilizar mensagens subliminares em sua campanha eleitoral. Na propaganda em questão, em uma cena onde aparece à palavra bureaucrats (burocratas) para se referir aos democratas, a palavra rats (ratos) é inserida em um quadro que aparece por uma fração de segundo.



No desenho da Disney produzido em 1977, reparem na janela. A cena acontece aos 28 minutos do filme e é imperceptível em velocidade normal. Os dois ratinhos engajados em ajudar uma menina a livrar-se de seqüestradores, estão viajando sobre um velho albatroz. Na aterrissagem, o pássaro perde altura e passa em frente a vários prédios.

 

 

E a realidade?

Apesar da polêmica criada sobre o assunto é muito difícil quantificar ou mesmo provar a influência comportamental real que possa vir a existir quando uma pessoa é exposta a mensagens subliminares. Fazem um enorme alarde, sem atentar para o fato de que seria muito improvável, ou mesmo impossível, ver uma grande empresa sem nenhum interesse financeiro, e de vendas, envolvendo-se em divulgar mensagens subliminares de cunho pornográfico. A maioria destes casos polêmicos, na realidade, é fruto da brincadeira ou sabotagem por parte de funcionários ou prestadores de serviço. Nos casos em que o target é vender mais ou conseguir popularidade, ai sim, pode haver algum interesse corporativo.

Se existe exposição, mesmo que pequena e imperceptível, pode haver influência comportamental. Portanto, pode de alguma forma facilitar vendas, negócios ou mesmo angariar votos e preferências. A resistência a estímulos varia de pessoa para pessoa, Portanto, é muito difícil quantificar ou mesmo provar a eficácia deste tipo de estímulo na população em geral. Hoje a maioria das notícias e boatos que vemos são frutos do imaginário popular e da visão limitada de alguns fanáticos religiosos.

 

Veja também:

A diferença entre publicidade e propaganda.

A história da propaganda.

 

Espaço livre, comentários:

Enviar Comentário.


Nome: ROBERTO NICOLAU
E-mail: nicolauodi@yahoo.com.br

Fico grato pelas importantes informações, pois sou publicitário, trabalho com propaganda e não sabia de certos detalhes. Obrigado.

 


Nome: Lucas Zordan
E-mail: lucasbougeard.rodobens@gmail.com

Bem, eu acabei de me tornar GERENTE DE VENDAS E COMERCIAL de um grupo empresarial, e a equipe de vendas vai com certeza aproveitar ao máximo estas informações super importantes dadas por cada um de vocês. Grato

 


Nome: Maurício
E-mail: mauricio.be@hotmail.com

Excelente conteúdo! Parabéns!

 


Nome: Jonas
E-mail: jonas-muller18@hotmail.com

Ótimo conteúdo. Obrigado pelas informações,

 


Nome: yeda lopes de carvalho
E-mail: yedalopes@yahoo.com.br

Grata, foi muito esclarecedor.

 

Enviar Comentário.

Ver todos os comentários.

 

Registre seu domínio:

www.

Hospedagem profissional de sites a partir de R$= 3,90 mensais*. Com Cpanel, instalador de scripts etc...

Revenda de hospedagem de sites a partir de R$= 19,90 mensais. Obs: Tem que possuir o mínimo de conhecimento sobre o assunto.

Hospedagem e desenvolvimento de sites.